Óleos essenciais para beleza podem melhorar desequilíbrios emocionais e saúde

Você já ouviu falar em aromaterapia? O método é feito com substâncias 100% naturais, que devem ser inalados por meio de uma difusão aérea, e pode ser a solução para o seu problema ao ter fins terapêutico
6 nov

Óleos essenciais para beleza podem melhorar desequilíbrios emocionais e saúde

Você já ouviu falar em aromaterapia? O método é feito com substâncias 100% naturais, que devem ser inalados por meio de uma difusão aérea, e pode ser a solução para o seu problema ao ter fins terapêuticos. Em entrevista para o Purepeople, a terapeuta floral Marcia Rissato esclarece como eles agem e ainda mostra algumas práticas que podem ajudar a melhorar a aparência da pele

Com a onda natural na rotina de beleza, os tratamentos alternativos estão ganhando força e alguns prometem resultados não só na aparência, mas na saúde também, como é o caso da aromaterapia. O método ajuda na busca por um equilíbrio e proporciona um bem-estar geral por atuar na prevenção de futuros problemas muitas vezes. Em entrevista para o Purepeople, a terapeuta floral Marcia Rissato esclarece como funciona a técnica que envolve óleos essenciais como o de melaleuca, que pode ajudar a controlar a oleosidade e combater a acne.

O que é e como funciona: ‘Substâncias 100% naturais’

O tratamento está diretamente ligado ao olfato, sentido responsável por distinguir os cheiros, mas certos óleos podem ser utilizados diretamente na pele, proporcionando benefícios para a beleza. “Óleos essenciais são substâncias 100% naturais extraídas de plantas aromáticas como lavanda, eucalipto, rosa e muitos outros”, aponta a especialista, citando flores que também possuem funções vantajosas para a aparência, ao declarar: “É indicada para auxiliar em desequilíbrios emocionais até protocolos de beleza.” O método age diretamente na unidade responsável pelas emoções. “O processo mais conhecido de tratamento com aromaterapia é a difusão aérea, mas eu considero aromaterapia todos os processos que envolvem o uso de óleo essencial para fins terapêuticos”, revela a profissional ao esclarecer: “O Sistema olfativo está diretamente ligado à ativação do Sistema límbico que conduz a regulação dos processos emocionais, motivacionais (fome, sede, sexo), Sistema Nervoso Autônomo, além da participação dos mecanismos da memória.” Além disso, existe outra técnica que envolve a aromaterapia: “Nos casos de massagens corporais e faciais, o óleo essencial ou mistura de óleos essenciais é diluído em uma base de óleo vegetal carreador e empregado em técnicas específicas de massagem. Podemos citar também saunas, banhos de imersão, entre muitos outros.”

Como deve ser feita a aplicação dos óleos: ‘Olfato e pele’

Diferentemente do protetor em cápsula, que precisa ser ingerido, a aromaterapia conta com substâncias que não devem ser consumidas. “Existem 2 portas de entrada para os óleos essenciais autorizadas aqui no Brasil que são olfato e pele”, explica a terapeuta ao acrescentar: “Inspirar o aroma ou fazer uma massagem é a melhor forma de receber os benefícios dos óleos essenciais. Os pés podem ser massageados no final do dia durante uma semana a noite, sempre utilizando óleo vegetal como carreador para pingar os óleos. Ou então, inspirar o óleo em aromatizador ou puro mesmo também durante uma semana.” Apesar de serem naturais, é preciso se alertar com a utilização desse tipo de óleo: “Eles têm ativos e, como muitos são tóxicos, não devem sem colocados diretamente na pele com exceção da lavanda e melaleuca.”

Benefícios dos óleos: ‘Tratamentos de afecções respiratórias’

Da mesma maneira que a alimentação influência no organismo e incluir certas frutas no cardápio pode ajudar a mudar a aparência, utilizar certos óleos essenciais prometem melhorar a qualidade da pele. “A lavanda acalma a pele, principalmente em casos de peles mais sensíveis”, conta Marcia ao desenvolver: “Além disso, é conhecida por seus efeitos relaxantes tão essenciais nos dias atuais. É o principal óleo essencial na busca do equilíbrio emocional e mental.” Um outro tipo de óleo tem efeitos antissépticos e promete benefícios únicos. “O de melaleuca pode ser usado tanto na purificação do ambiente até auxiliar em casos de infecções por bactérias e fungos, mas é necessário um acompanhamento médico para isso”, alerta a especialista ao revelar as vantagens para a pele: “A melaleuca é muito indicada para tratar o excesso de oleosidade da pele, por isso é muito indicada para quem tem pele oleosa e acneica.” As substâncias podem aprimorar o desemprenho mental ou físico: “O óleo de eucalipto glóbulos é o de eleição para tratamentos de afecções respiratórias.”

Texto: Purepeople

Fonte: Terra

Notícias: Lake Vilas Charm Hotel & SPA

EnglishPortuguese