Lake Vilas Charm Hotel


Blog

4 problemas comuns de saúde que você pode aliviar com plantas

15 de julho de 2019

Às vezes, temos um probleminha de saúde que, por comodidade, tratamos em casa.

Por exemplo: ressaca depois de uma noite de embriaguez, indigestão após uma refeição pesada, uma picada ou um simples arranhão na pele.

Em vez de apelar a remédios, há muita gente que prefere utilizar plantas e ervas, muitas delas criadas em casa ou no jardim. Usadas de modo apropriado, elas podem ajudar a amenizar dores e mal-estar.

Alys Fowler, horticultor e ex-apresentador do programa Gardener’s World (“Mundo do Jardineiro”, em tradução livre), da BBC, e autor de um livro sobre plantas medicinais, escreveu uma coluna para o jornal britânico The Guardian explicando como aliviar algumas das doenças mais comuns usando apenas plantas.

É bom lembrar que essas dicas são úteis para tratar problemas menores. Caso você se sinta em dúvida ou se o problema persistir e se tornar mais grave, é sempre melhor consultar um médico.

Além disso, como afirma Fowler, antes de usar qualquer planta para fins medicinais, é importante identificá-la corretamente, em especial se você a tirou de alguma localidade silvestre.

Se você tem dúvidas, é melhor não utilizar a planta, porque pode se tratar até de uma espécie venenosa.

1. Cortes leves, arranhões e feridas superficiais

Nestes casos, Fowler recomenda fazer um emplastro (esmagando as folhas e, em alguns casos, as raízes da planta limpas) de tanchagem (Plantago major) e tanchagem-menor (Plantago lanceolata), também conhecida como língua-de-ovelha, ervas rasteiras bastante comuns na região Sul do Brasil.

Essa pasta, diz o horticultor, ajuda na cura da ferida e também alivia a coceira produzida por insetos.

De acordo com um estudo publicado na revista científica Advances in dermatology and allergology (“Avanços na dermatologia e alergologia”, em tradução livre), esta planta tem propriedades anti-inflamatórias, além de ajudar na limpeza da pele.

2. Contusões e dores musculares

Para estes casos – e também para as ocasiões em que um movimento mal feito causa dor muscular – Fowler sugere um emplastro de Symphytum officinale – conhecida no Brasil como confrei ou consólida.

Esta planta, nativa da Europa, mas hoje presente em muitos lugares, é ideal para essas situações.

Fowler recomenda cobrir a área machucada com papel filme para que não deixe manchas na roupa.

3 – Problema de estômago e ressaca

Na opinião do horticultor, nada melhor do que um chá de hortelã (Agatache rugosa) para remediar uma ressaca pós embriaguez: a erva acalma a dor de cabeça e ajuda a melhorar o mal-estar no estômago.

Ele dá outras recomendações: chá de folhas de limão ou erva-cidreira (Melissa officinalis).

Fowler explica que essas plantas ajudam a melhorar a sensação de náusea, indigestão e também relaxam o corpo.

No entanto, ele diz que as pessoas que sofrem de problemas na tireoide não devem consumir essas plantas regularmente, pois pode haver efeitos colaterais.

4. Inchaço e indigestão

“As sementes de erva-doce, cominho e endro são carminativas e ajudam na digestão”, escreveu Fowler em sua coluna no The Guardian.

É possível fazer infusão com as sementes esmagadas. Fowler explica que é importante cobrir o chá (com uma tampa no bule ou num prato, se preparado em um copo) para manter suas propriedades da planta intactas.

De acordo com um folheto informativo do Serviço Nacional de Saúde do Reino Unido, tanto o chá de erva-doce como o chá de camomila e hortelã-pimenta podem ajudar a combater a flatulência.

Texto: Redação

Fonte: BBC

Notícias: Lake Vilas Charm Hotel & SPA