Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Agave em vez de açúcar? Como, onde e por quê?

12 de maio de 2019

Na hora de adoçar aquele cafezinho ou mesmo preparar uma receita doce, qual o melhor adoçante? Existem inúmeras opções no mercado para fugir do açúcar refinado – que é pobre em vitaminas, além de altamente processado: há a versão orgânica, o açúcar mascavo, o demerara, os adoçantes artificiais, o mel, o agave.

Esse último, menos conhecido, pode ser uma boa opção, a depender das necessidades de cada um.

Quer saber mais sobre o agave?

Conheça abaixo de onde ele vem, que tipos de substituições podem ser feitas, como consumir e quais os benefícios.

1. O que é agave?

O agave é derivado de uma planta, originária do México. De sabor mais suave que o mel, é um adoçante natural rico em vitaminas. Existem duas versões no mercado: uma mais clara e outra mais escura. A mais escura é mais filtrada e tem um sabor mais forte.

Tem um sabor mais doce que o mel, o que pode ser interessante para quem gosta de comidas mais adocicadas.

Cada colher de agave tem cerca de 40 calorias.

Por isso, em termos de número de calorias, o agave não é, necessariamente, uma escolha tão interessante. Basta comparar: o agave tem 40 calorias, o mel, cerca de 56 e o açúcar refinado, 64. A diferença é bem pequena entre eles. No entanto, ele pode ser uma boa escolha, caso a ideia seja optar por um produto mais nutritivo.

2. Por que substituir o açúcar ou o mel pelo agave

O agave é composto por 70% de frutose e 20% de glicose. Além disso, tem menor índice glicêmico que o mel.

Conta com vitaminas C, B2 e ácido fólico, ao contrário do açúcar refinado, que é pobre nutricionalmente.

As vitaminas contidas nele ajudam na correta coagulação sanguínea, saúde óssea, da pele, dos dentes.

A riboflavina presente ajuda a proteger as células da oxidação, causadora de inúmeras doenças. O folato regula o sistema imunitário, diminuindo as sensações de cansaço e fadiga.

Agora no que diz respeito ao índice glicêmico, o agave só ganha mesmo do mel, pois não tem muitas diferenças em relação ao açúcar refinado ou mascavo.

Além disso, não pode ser consumido por diabéticos, pois contém frutose.

3. Como e onde substituir o agave?

Por ser mais doce, mas conter aspecto, textura e cor similar ao mel, pode substituir o item com bastante eficiência na hora de adoçar os alimentos e bebidas.

Pode ainda ser o ingrediente a substituir a açúcar no preparo de pratos doces.

No entanto, vale lembrar que qualquer adoçante, seja natural ou artificial, deve ser usado com moderação, pois além de calórico pode prejudicar o organismo.

O ideal para quem quer fugir do excesso de açúcar é reeducar o paladar não adoçando tanto os alimentos e substituir os doces por frutas.

Texto: Cíntia Ferreira

Fonte: Green Me

Notícias: Lake Vilas Charm Hotel & SPA