Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Dicas de Alimentos que Beneficiam a Estética

15 de maio de 2017

cesta

Confira diversas dicas de alimentos que contribuem para a saúde da pele, unhas, cabelo e circulação sanguínea e que, incluídos regularmente nas refeições, evitam alguns dos vilões da beleza, como celulite, acne, envelhecimento precoce e queda de cabelo.

Veja a seguir:

–  Usar alho e cebola para temperar. Eles são ricos em substancias antioxidantes, em especial alicina e quercetina, que ajudam a bloquear as inflamações no organismo.

–  Consumir mais tomate. Ele é rico em licopeno (substância responsável pela sua cor) e betacaroteno (antioxidante). Quanto mais maduro e concentrado, maior a quantidade de licopeno (purê e Ketchup light). Pela atividade do licopeno mais o betacaroteno, ele confere uma ação antienvelhecimento, diminuindo a ação dos radicais livres.

–  Consumir mais soja. Nela encontramos proteínas de alto valor biológico e arginina (aminoácido), cuja ação é imunoestimulante, ativando colágeno.

–  Ingerir mais vegetais verdes, por sua alta concentração de vitaminas antioxidantes, em particular betacaroteno, ácido fólico e magnésio, que combatem o envelhecimento cutâneo. Procurar usar os mais verde-escuros possíveis (cor mais intensa), e quanto mais crus melhor, para evitar a destruição  da vitamina C pelo calor.

–  Comer três porções de frutas e verduras, de diferentes espécies e cores, todos os dias. Elas são ricas em substâncias antioxidantes, fibras solúveis e insolúveis que aceleram o trânsito intestinal, contribuindo para a eliminação de toxinas.

–  Beber mais chá verde. Estudos apontam que o consumo de chá verde inibe a atividade da lípase intestinal (pancreática). Esse efeito se traduz em uma menor absorção de triglicerídeos e colesterol, podendo também acarretar um menor ganho de peso.

–  Consumir mais frutas cítricas. Elas são ricas em substâncias antioxidantes, como betacaroteno e vitamina C que agem como estimulante do colágeno.

–  Ingerir mais alimentos crucíferos, como repolho, couve, couve-flor, nabo e brócolis que contêm substâncias que atuam no crescimento e no fortalecimento do cabelos e unhas.

–  Consumir mais probióticos, importantes para o equilíbrio e o restabelecimento da microbiota intestinal. Os probióticos costumam ser encontrados nos iogurtes fermentados que ajudam na imunidade e normalizam o ritmo intestinal, auxiliando na absorção de nutrientes.

–  Usar gengibre: ele tem ação anti-inflamatória, antifúngica e antioxidante, além de estimular a circulação.

–  Usar azeite de oliva extravirgem para temperar a salada. O azeite de oliva é rico em ômega-9 e vitamina E, que auxilia na proteção aos danos causados pelos radicais livres com relação ao envelhecimento da pele.

–  Polvilhar a comida com pó de linhaça. Consumir estabilizada (micronizada) ou polvilhar a linhaça na integra na fruta ou iogurte.  Ela tem ação anti-inflamatória e laxante.

–  Temperar a comida com pimenta vermelha, alho, cebola, gengibre, cúrcuma, tomilho, canela, orégano etc. Usá-los crus e ligeiramente picados, ou moídos. Eles têm ação termogênica, ou seja, aceleram o metabolismo de gorduras.

–  Usar a proteína da soja para substituir a carne e o leite de soja (com cálcio) para substituir o leite de vaca em uma frequência de duas vezes na semana.

–  Beber duas a três xícaras de um dos seguintes chás: chá verde, hortelã, alecrim, cidreira, e erva-doce sem açúcar, durante o dia. Esses chás têm ação desintoxicante, digestória, anti-inflamatória e calmante. Os polifenóis presentes nesses chás bloqueiam a ação dos radicais livres e agem como antioxidantes. Evite o excesso e o consumo perto das refeições, evitando com isso a competição entre os componentes das plantas e os nutrientes dos alimentos.

–  Diminuir o sal no preparo dos alimentos, substituindo-o por ervas (orégano, salsa, alecrim, manjericão, açafrão etc.) ou limão. O sal em excesso contribui para a retenção de líquidos e, em consequência, para o aumento da celulite.

–  Não consumir alimentos ricos em açúcares e carboidratos refinados, como pão branco, arroz polido, biscoitos e massas com farinha branca.

–  No preparo dos pratos, usar, em primeiro lugar, os alimentos frescos, pois contêm mais nutrientes. Em segundo lugar vêm os congelados (quando bem congelados), seguidos dos secos. Os enlatados perdem 50% dos antioxidantes no processo de industrialização.

–  Substituir queijo amarelo por queijo tofu. Os fito-hormônios que existem no queijo tofu colaboram para diminuir os sintomas da menopausa e são um ótimo substituto da carne vermelha em vários pratos.

–  Evitar o consumo exagerado do café, pois em excesso pode irritar a mucosa gástrica, além de ser vasoconstritor, favorecendo a má circulação, contribuindo com isso para o surgimento da celulite. Substitua pelos chás recomendados, por serem digestivos e antioxidantes.

–  Consumir no mínimo três litros de líquidos ao dia, sendo importante a água para desintoxicação.

–  Substituir as bebidas gaseificadas, por refrescos, água de coco e chás.

Texto: Redação

Fonte: Maximo Ravenna