Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Dicas para Acordar Melhor e Ter Um Dia Mais Produtivo

5 de abril de 2017

Que tal adquirir novos hábitos? Alimentação, atividade física e lazer têm que estar inclusos na rotina

alongamento

Começar o dia com energia é um efeito que depende também dos hábitos de vida. Mas acordar cedo e com disposição para enfrentar os afazeres pode ser mais simples do que se imagina.

A escolha de alimentos específicos e a eliminação de hábitos antes de dormir, facilita para que o dia seguinte não seja enfrentado com preguiça e mau humor. “Uma grande parte da disposição do dia se deve a uma boa noite de sono”, pontua Taty Nascimento, especialista em desenvolvimento pessoal.

Além disso, “contar carneirinhos” é mais interessante do que utilizar aparelhos eletrônicos antes de dormir. De acordo com Antonio Prates, sócio de Taty, qualquer tipo de display luminoso vai gerar excitação cerebral, fazendo a mente ficar mais acelerada.
“Ao ficar contemplando uma tela luminosa, nosso cérebro entende que estamos olhando para uma janela em plena luz do dia, então ele não começa a se preparar para dormir. O ideal é uma hora antes de dormir começar a desligar os equipamentos eletrônicos e optar alguma atividade que não seja ligada a tecnologia”, completam. Eles aconselham que o aparelho celular seja desligado para evitar interrupção do sono durante a noite.

Aproveitar o começo do outono para adquirir novos hábitos pode ser uma boa estratégia para melhorar a qualidade de vida e retomar a rotina pós-férias. Veja a lista de dicas dos especialistas para acordar disposto e ter um dia produtivo:

1. Coma um jantar leve e saudável
A qualidade do sono depende também da qualidade da refeição antes de dormir. A nutricionista Andrea Hirga, reforça que a alimentação deve ser leve e fracionada. “Se possível, deve ser completa de ‘alimentos de verdade’, ou seja, baseado em frutas, verduras, legumes, proteína e outros nutrientes”, explica.

Segundo a especialista, esse comportamento facilita a digestão. “Isso pode evitar refluxo e interrupção do sono. Assim, o dia seguinte será mais produtivo”, afirma.

2. Não pule o café da manhã
Não fazer a primeira refeição é errado. “Café da manhã pobre em nutrientes pode prejudicar a disposição do dia”, reforça Andrea Hirga. Segundo a nutricionista, cereais integrais fornecem energia gradual e constante.

Por isso, é melhor optar por esse tipo de alimento do que por aqueles que fornecem energia rápida, como pão francês. “Queijo magro, oleaginosas, castanhas, mel são recomendáveis, pois são responsáveis pela formação de neurotransmissores, como a serotonina- hormônio responsável pelo bem estar e prazer”, completa.

Segundo Andrea, o café preto consumido com moderação e sem açúcar é um estimulante e saudável. “Opções como chá verde, chá de hibisco, açaí e chocolate 70% cacau têm nutrientes ativos que ajudam a dar energia durante o dia”, completou.

3. Espreguiçar faz bem
É um hábito simples e que gera vários benefícios ao corpo. “Aproveite esse momento para se alongar e esticar o corpo. Muitas vezes, passamos a noite com a musculatura tensa e os alongamentos ao acordar já deixam o corpo mais relaxado e com mais energia para o novo dia”, completa Antonio.

4. Planejar ajuda a manter a mente tranquila
É importante levantar com tempo de se organizar para encarar o dia. A psicóloga Camila Altavini, destaca que tomar café da manhã com calma e sentar para organizar o dia, são grandes aliados. “Para quem é mais ansioso, planejar a vida no dia anterior ajuda a ter uma manhã mais tranquila. Coloque no papel as metas para o dia seguinte e procure cumpri-las”, completou.

Por isso, Taty recomenda que o bloquinho de anotações seja o companheiro do dia. “Anote tudo o que você tem na cabeça. Muitas vezes, o motivo de acordamos no meio da noite é porque a nossa organização mental precisa ser registrada em algum lugar, para evitar que o cérebro fique nos avisando que precisamos lembrar de alguma informação”, pontuam. Fazer as anotações, segundo eles, facilita uma boa noite de sono e até a organização mental durante o dia.

5. Faça coisas que dêem prazer
É fundamental reservar momentos do dia para fazer atividades que você goste. Segundo Altanivi, isso é importante para manter os níveis de stress mais baixos. “Relaxar precisa fazer parte do dia, pois ajuda a pessoa a se sentir melhor consigo e cuidar das metas pessoais com mais eficiência”, afirma. Dentre as opções, ela destaca que escutar música e ler um livro agradável, são algumas das opções que podem ser escolhidas.

Começar o dia com a mente tranquila é útil e saudável. Por isso, Antonio também avalia a importância de praticar alguma atividade prazerosa ao acordar. “Não comece seu dia resolvendo assuntos profissionais e escolhendo leituras densas. Mais tarde, quando a cabeça estiver mais acordada, aí sim pode ler as notícias do dia”, reforçam.

6. Pratique atividade física e tenha uma boa alimentação
Exercitar-se contribui não só para ter um dia melhor, como também para a qualidade do sono ao final do dia. Aliando isto a bons hábitos alimentares, os resultados podem ser ainda melhores. “Faça da comida o seu medicamento’’, diz a nutricionista Andrea Hirga. Ela reforça que é preciso ter uma relação de amizade com o que comemos.

“Alimentos gordurosos dificultam a digestão, dão sensação de cansaço, e isso atrapalha a produtividade durante o dia. Além disso, gordura saturadas, gordura trans, açúcares e bebida alcoólica, se muito consumidas, podem causar desidratação e dificultar a absorção”, pondera.

7. Exercite o cérebro
Sim, ele também precisa malhar. Isto significa fazer atividades que estimulem seu bom funcionamento

De acordo com a neurociência, os exercícios cerebrais aumentam a reserva cognitiva, deixando o pensamento mais ágil.“Graças à neuroplasticidade – capacidade do cérebro em se modificar e criar novas conexões neurais -, a ginástica cerebral mantém as funções, sem os efeitos colaterais dos remédios”, explica Geomacel Carvalho, da Academia Supera.

É preciso praticar atividades físicas regularmente, dormir bem, beber muita água, ter uma alimentação balanceada e não se esquecer do órgão mais importante do nosso corpo. Exercitá-lo com desafios na medida certa é o grande segredo para a longevidade”, completa a especialista.

Texto: Mariana Areias

Fonte: Metrópolis