Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Dicas para Perder Peso com Saúde

6 de abril de 2017

medidas

Emagrecer, mais do que uma questão de estética, é uma necessidade de saúde para quem está com sobrepeso ou obesidade. “A perda de peso é recomendada para indivíduos com excesso de peso a fim de reverter ou prevenir consequências adversas do acúmulo de gordura. Entre elas, doenças como diabetes, hipertensão arterial sistêmica, doenças cardiovasculares, dislipidemias (taxa alta de colesterol ruim), etc”, afirma a nutricionista Telma Ranalli.

Mas perder peso não pode significar perder a saúde. Há inúmeras dietas e fórmulas milagrosas que prometem emagrecimento rápido e sem necessidade de esforço por parte do paciente. Boa parte delas ou se mostra ineficiente ou põe em risco o bem-estar. “A dieta de redução de peso consiste em restrições de calorias, porém com quantidades adequadas de proteínas, carboidratos, lipídeos, vitaminas e minerais. Deve ser assim para que haja um consumo balanceado, garantindo uma perda de peso saudável”, diz a nutricionista.

Ela faz um alerta sobre as dietas que mantém apenas proteínas no cardápio. “Uma preocupação potencial sobre essas dietas está relacionada aos fatores de risco de doenças cardiovasculares associados à elevada ingestão de gordura saturada e pequena quantidade de vegetais e fibras”, diz ela. Uma dieta equilibrada, acrescenta ela, deve dar preferência a alimentos integrais ao invés dos refinados, conter verduras e legumes crus e cozidos, frutas, além de carnes magras, leite e derivados desnatados. Devem-se evitar temperos e condimentos industrializados e optar por cozidos, assados e grelhados ao invés de preparações fritas ou à dorê.

Antes de começar um programa de emagrecimento, o ideal é fazer consulta médica e com nutricionista. Entre os exames realizados está a avaliação antropométrica: a partir de medidas como o peso, estatura, tamanho das dobras cutâneas, das circunferências do corpo e do Índice de Massa Corporal (IMC), calcula-se qual o peso ideal a ser atingido. Também devem ser feitos exames laboratoriais para identificar as possíveis causas da obesidade e definir o que fazer para reverter esse quadro. “Durante a consulta o nutricionista vai avaliar ainda o histórico do paciente, analisar se ele tem outras enfermidades, levar em conta seu contexto familiar, hábitos alimentares e suas condições socioeconômicas”, afirma Telma.

Toda essa avaliação é importante para determinar uma dieta que seja viável de ser realizada e que se encaixe dentro das possibilidades e da rotina de cada paciente. Ela dá dicas, por exemplo, para seguir uma dieta de emagrecimento mesmo se alimentando fora de casa todos os dias. “Veja a possibilidade de levar comida de casa para o trabalho, essa é a melhor opção. Se não for possível, veja nas redondezas onde há restaurantes do tipo self-service e ponha no prato alimentos saudáveis. Evite ao máximo preparações com molhos gordurosos, frituras e o consumo de bebidas artificiais, gaseificadas e alcoólicas”, recomenda ela.

Pouco tempo para cozinhar ou pequena experiência na cozinha não são motivos para desistir da dieta. Nesses casos a nutricionista indica receitas simples, rápidas e saudáveis. “Saladas de folhas e legumes com grelhados ou omelete é uma boa ideia, assim como saladas acompanhadas de arroz integral, feijão e carnes magras ou legumes”.

Texto: Redação

Fonte: Hospital 9 de Julho