Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Falta de libido feminina: conheça o tratamento íntimo que promete amenizar este problema

26 de janeiro de 2018

612955547cf75d472496865431900db3_Post4-Paciente-800-320-c

Não é segredo para ninguém que, com o passar dos anos, a falta de libido feminina é uma realidade. Esse é um dos fatores que mais interferem no envelhecimento e fazem com que as mulheres se desconectem de seus parceiros, deixando de lado até mesmo a vaidade.

Porque ocorre a falta de desejo sexual feminino?

A perda da libido nas mulheres pode estar associada à muitos fatores, como baixa autoestima e depressão. Mas entre as mulheres que já chegaram à terceira etapa da vida, o baixo desejo sexual pode estar associado à queda hormonal decorrente da menopausa, partos naturais, obesidade ou mesmo o envelhecimento natural da mulher. Tudo isso pode significar pouca lubrificação, flacidez vaginal e estética prejudicada.

Apesar de tantas causas, já existem tratamentos eficazes para o rejuvenescimento vaginal. São procedimentos seguros e minimamente invasivos, que fazem a mulher se sentir mais bonita, atraente, plena e disposta para o sexo.

Inovações para o rejuvenescimento vaginal

Já chegou ao Brasil, um equipamento de radiofrequência por controle de temperatura que age por meio de eletrocoagulação e realizar um tratamento minimamente invasivo.

Esse aparelho rejuvenesce e tonifica a pele, fortalece os músculos da vagina, controla a urgência urinária feminina e até mesmo reduz a dor da relação sexual.

Disponível nas principais clínicas de estética, a nova técnica consiste na aplicação de uma corrente elétrica de alta frequência por um eletrodo, que, por sua vez, provoca um aquecimento focal controlado por um termistor que ajusta a temperatura da aplicação conforme a temperatura natural do corpo da mulher.

O aparelho tem a sua resistência elétrica ajustada de acordo com a temperatura corporal e permite que a própria paciente “controle” a temperatura máxima do procedimento, o que minimiza os riscos de lesões e desconforto.

Procure seu médico, ginecologista ou dermatologista, e fale com ele sobre o assunto. Ele é a pessoa certa para indicar o melhor tratamento.

Texto: Redação

Fonte: MedSystems

Lake Vilas Charm Hotel & SPA