Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Kefir: nutricionista fala dos benefícios do alimento e a sua relação com o emagrecimento

16 de abril de 2019

Bebida probiótica produzida a partir de grãos promove saciedade e melhora intestinal.

Kefir é o nome dado ao leite fermentado produzido a partir da ação dos microorganismos presentes naturalmente nos grãos de kefir. Seus grãos são capazes de fermentar diversos alimentos, como leite de vaca, leite de cabra, açúcar mascavo, sucos de frutas, entre outros. Após a produção do kefir, os grãos podem ser reaproveitados e cultivados novamente.

Com a crescente popularização do alimento probiótico, a nutricionista Vanessa Baad esclareceu seis questões acerca do seu consumo:

Como posso cultivar o kefir?

Para produzir kefir é necessário possuir os grãos de kefir, por isso é comum a doação dos grãos pelas pessoas que produzem. Esses grãos devem ser imersos em um substrato, que pode ser leite animal de qualquer espécie, água com açúcar mascavo ou sucos. A proporção indicada é de uma colher de sopa de grãos de kefir para cada meio litro de líquido. Indica-se que a mistura seja colocada em um pote de vidro, que não deve ser tampado, apenas coberto por um pano e mantida a temperatura média de 20ºC a 37ºC. Para consumir um kefir, é indicado o tempo de fermentação médio de 6 horas. Para obter o produto mais denso e ácido, o processo deve durar até três dias. Após fermentado, o prazo de validade do kefir sob refrigeração é de até três dias.

Quais são os benefícios do kefir?

A bebida pode conter altos níveis de vitamina B12, cálcio, magnésio, vitamina K, biotina, folato, enzimas e principalmente probióticos, bactérias do bem que trazem vários benefícios à saúde, como melhora da imunidade, tratamento de doenças inflamatórias, tratamento de alergias, intolerâncias alimentares e doenças intestinais.

Qual quantidade de kefir posso consumir por dia?

Não existe uma quantidade ideal, mas a média de consumo individual diário é de 250 ml (1 copo) de kefir ou um consumo de até um litro por dia.

As bactérias do kefir podem fazer mal ao meu organismo?

Geralmente o kefir não faz mal, mas é sempre bom procurar um nutricionista antes de iniciar o consumo. Alguns dos efeitos podem acontecer em pessoas com intolerância alta a lactose, já que o kefir de leite retira ‘quase’ toda a lactose do leite, mas não 100% dela. Pessoas com distúrbios do trato digestivo como síndrome do intestino irritável e disbiose podem apresentar inchaço inicial ou um desconforto abdominal ao consumir o kefir.

O kefir contribui no processo de emagrecimento?

O kefir pode auxiliar no processo de emagrecimento por garantir um aumento da saciedade e por ajudar na melhora intestinal. Alguns estudos já descobriram que a população microbiana das pessoas que sofrem com o excesso de peso é diferente da população microbiana das pessoas magras. Assim, parece existir uma ligação entre obesidade e o tipo de bactéria intestinal. É importante lembrar que o kefir sozinho não irá promover o emagrecimento, este deve estar associado a uma alimentação balanceada e hábitos de vida saudáveis.

Como posso consumir o kefir?

O kefir é bastante versátil e pode ser utilizado como um iogurte em frutas por exemplo, ou em receitas diversas como bolos, pães saudáveis, vitaminas e até sorvetes. Segue a receita de um smoothie de kefir:

Ingredientes:

500ml de leite de kefir;

200g de amora/framboesa/morango ou todas essas frutas;

1 colher (sopa) de semente de chia;

100ml de leite de coco;

50g de nozes

Modo de preparo:

Adicione todos os ingredientes no liquidificador e bata até conseguir uma consistência pastosa. Coloque alguns cubos de gelo e bata mais um pouco, para deixar o aspecto mais próximo de um smoothie. Sirva para consumo imediatamente.

Texto: Bárbara Pereira

Fonte: Emais Estadão

Notícias: Lake Vilas Charm Hotel & SPA