Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Oito formas de retardar o envelhecimento da pele dos 40 aos 50

22 de setembro de 2017

rejuvenescimento

Na faixa dos 40 anos, é comum aparecer manchas, rugas e flacidez, males que podem ser amenizados ou evitados com o uso de produtos adequados e algumas práticas que não podem ser deixadas de lado. “Cuidados essenciais como beber muita água, não fumar, manter uma alimentação equilibrada, não abusar de bebidas alcoólicas, praticar exercícios e evitar o estresse também devem ser lembrados quando o assunto é barrar o envelhecimento”, diz o dermatologista Mario Chaves. Para uma pele jovem e saudável, confira as recomendações de especialistas:

  • Não abandone o filtro solar

De acordo com o dermatologista Murilo Drummond, usar protetor solar nunca foi tão importante quanto nessa idade. “Qualquer excesso de exposição ao sol pode prejudicar a pele da mulher acima dos 40 anos, porque ela está mais sensível às ações do envelhecimento”, diz. Rugas, manchas e até câncer de pele podem ser evitados com o uso diário do filtro.

  • Sempre retire a maquiagem antes de dormir

Não importa a idade: muitas mulheres têm preguiça de retirar toda a maquiagem antes de dormir e aplicar loções tônicas. Mas, após os 40 anos, esse ritual deve ser seguido à risca em qualquer caso, pois a pele está mais sensível a descuidos. “Dormir com a maquiagem pode deixar manchas e marcas com facilidade, pois o cosmético irá entupir os poros, impedindo a pele de respirar”, afirma o dermatologista Murilo. Aplique o demaquilante com um algodão, lave o rosto para retirar a oleosidade e use apenas produtos adequados para o seu tipo de pele.

  • Manchas na pele? Invista nas vitaminas

Se você tem a pele manchada pela ação do sol ou do tempo, saiba que o problema pode ser resolvido com cosméticos ricos em vitamina C e vitamina E, ou mesmo a ingestão desses nutrientes. “As vitaminas clareiam manchas e combatem os efeitos do fotoenvelhecimento, aquele causado pela exposição ao sol”, afirma o dermatologista Carlos Rodrigo Miranda. “Elas também estimulam a produção de colágeno, mantendo a pele firme e com menos rugas”, completa. Mas lembre-se sempre de consultar um dermatologista antes de comprar qualquer produto. Boas fontes de vitamina C são abacaxi, acerola, agrião, laranja, limão, kiwi, rúcula, e espinafre. Já a vitamina E pode ser encontrada em alimentos como gérmen de trigo, óleos vegetais, gema de ovo e vegetais folhosos.

  • Produtos anti-idade contra flacidez

É importante que o creme antirrugas para essa idade tenha: ação tensora, que ajuda a manter a pele mais firme; as vitaminas já citadas e a vitamina A, mais conhecida como retinol. Mas preste atenção: esse retinol é diferente do ácido retinoico, que é um derivado da vitamina A. “Apesar de ter efeito mais demorado, o retinol é melhor para essa faixa etária por ser menos irritante”, diz Murilo Drummond. Ele é responsável por renovar as camadas da pele, melhorando a textura e elasticidade.

  • Faça uma limpeza de pele mensalmente

A limpeza de pele faz a desobstrução dos poros, deixando a pele respirar melhor e evitando pequenos carocinhos e imperfeições que ficam mais visíveis nessa época. “Esse cuidado promove a renovação da pele, retirando a camada com manchas, acne, oleosidade e células envelhecidas”, diz o dermatologista Carlos. Procure fazer em um centro de estética de confiança.

  • Peelings

Recomendado para pessoas que sofrem com a pele oleosa e acneica, o peeling superficial também é indicado para quem tem mais de 40 anos, pois servem para retirar manchas. “Também recomendo peelings médios e profundos para estimular a produção do colágeno, essencial ao rejuvenescimento”, diz o dermatologista Mario Chaves.

  • Laser e luz pulsada

Os dois tratamentos são muito indicados nesta faixa etária, pois a mulher já acumula muitos sinais dos danos causados pelo sol. A luz pulsada, além de dar viço e luminosidade, estimula a produção de colágeno e melhora a textura da pele. “O tratamento também retira manchas e vasos sanguíneos visíveis na face e suaviza as olheiras”, afirma o dermatologista Mario. “Já o laser é excelente para o rejuvenescimento facial e o tratamento de rugas, cicatrizes de acne, cicatrizes cirúrgicas e estrias.”

  • Não se deixe levar pela propaganda

Muitos produtos são lançados constantemente pela indústria farmacêutica com promessas de combater o envelhecimento. De acordo com os especialistas, muitas dessas novidades não têm comprovação científica e devem ser encaradas com cautela. “A maioria desses produtos não possui os componentes ou as concentrações necessárias para tratar uma pele da faixa etária em questão”, diz o dermatologista Murilo. É importante consultar um dermatologista, pois só ele saberá quais produtos e tratamentos a sua pele precisa.

  • Respeite o tempo e a frequência de uso dos produtos

O dermatologista receitou? Siga as instruções à risca. Não adianta sair do consultório com uma lista de produtos e não usá-los na quantidade, tempo e horário corretos. “Exagerar no uso desses produtos pode causar irritação e descamações excessivas na pele, podendo levar até ao aparecimento de queimaduras”, alerta o dermatologista Carlos. “Ao passo que usar menos ou pular alguns dias fará com que você não obtenha os efeitos desejados, desperdiçando tempo e dinheiro.

Texto: Redação

Fonte: Minha Vida, Saúde, Alimentação e Bem-estar

Lake Vilas Charm Hotel & SPA