Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Rabanete → os benefícios, os usos medicinais

21 de junho de 2019

Rabanete é um tubérculo de sabor ardido e refrescante, o Raphanus sativus da família Brassicaceae. Portanto, é um parente tanto dos nabos quanto das couves diversas e até da mostarda, veja só. Esta é uma planta que já é cultivada há alguns milhares de anos, dizem que 4 mil anos é o seu tempo de contato culinário e medicinal conosco, humanos.

Rabanetes há diversas variedades – uns são redondos, vermelhos e pequenos, outros são compridos e brancos, alguns são maiores, com a pele malhada de branco e vermelho e, todos são deliciosos em saladas.

Mas, também há rabanetes, e culinárias, onde esses tubérculos são assados ou cozidos.

As folhas dos rabanetes também são saborosas e, como têm uma consistência meio rústica, é melhor usá-las em sopas ou refogados.

Na culinária asiática os rabanetes são conservados em vinagre, como picles. Perdem um tanto de suas qualidades nutricionais mas, continuam gostosos e um bom acompanhamento para diversos pratos, quentes e frios.

Benefícios nutricionais do rabanete

Bom para quem faz dieta

Rabanetes são uma boa fonte de vitamina C, fósforo e fibras vegetais de fácil digestão. Este é um tubérculo muito pouco calórico e, essa sua qualidade o faz interessante para as dietas de manutenção de peso e de emagrecimento.

Rico em enxofre

Um dos principais princípios ativos do rabanete são os compostos sulfurados – o rabanete é rico em enxofre, portanto – e são esses que lhe conferem o sabor ardido e também algumas das mais importantes propriedades medicinais que tem esta planta. O enxofre ajuda na correta secreção da bile, ajudando o fígado a funcionar corretamente. Esse mineral também tem ação anti-inflamatória e é antioxidante.

Riqueza de minerais

Além disso, rabanetes são ricos em cálcio, folatos, glucosinolatos, magnésio e potássio sendo adequados para as dietas de recuperação de anemia, problemas ósseos e câimbras musculares dolorosas.

Bom para problemas digestivos

Também são especialmente adequados em dietas donde se requer um aumento da diurese, secreção biliar e secreção intestinal como são os quadros de retenção hídrica, prisão de ventre e digestão deficiente.

Usos medicinais do rabanete

O uso culinário do rabanete vai acompanhado dos benefícios que este tubérculo traz à saúde.

Os compostos sulfurados que o rabanete contêm apresentam propriedades coleréticas, colagogas, digestivas, antibióticas e mucolíticas e, seu consumo frequente é recomendado em casos de:

● problemas hepáticos

● problemas biliares

● transtornos digestivos

● processos inflamatórios

● sinusite

● bronquite

● na prevenção de algumas formas de câncer

Mas, rabanete não é remédio, é alimento

Você pode comer rabanetes em todas as épocas do ano pois esta espécie possui variedades que são adequadas às diferentes estações e condições climáticas.

Não exagere!

Porém, apesar de tão boas qualidades nutricionais e curativas, o rabanete é potencialmente irritante à mucosa gástrica razão pela qual não é aconselhável o consumo de mais de 300 gr em uma refeição, até 3 vezes na semana.

As pessoas que sofrem de pedra na vesícula devem reduzir ainda mais o consumo de rabanetes pois, a sua ingestão pode provocar cólicas biliares que são muito dolorosas.

Texto: Alice Branco

Fonte: Green Me

Notícias: Lake Vilas Charm Hotel & SPA