Lake Vilas Charm Hotel


Blog

Veja dicas para um bem-estar físico, mental e emocional

6 de dezembro de 2017

bemestar

Três décadas depois do surgimento da geração saúde; embalada pelo hit Estrelar, de Marcos Valle, com o refrão chiclete “tem que correr, tem que suar, tem que malhar”; o tema ainda não parece ser levado tão a sério. Apesar de todo acesso à informação e das campanhas de conscientização, manter o bem-estar físico, mental e emocional é algo distante do cotidiano da maioria das pessoas. Falta de recursos, de tempo e de motivação faz com que muita gente adoeça e perca qualidade de vida. As coisas não estão fáceis para ninguém, mas mudar os hábitos e, principalmente, a cabeça está ao alcance de todos.

– Digo aos meus pacientes que pensem em suas vidas daqui a alguns anos. Para envelhecer com saúde, ou já ser um idoso saudável, devemos observar, o quanto antes, hábitos saudáveis – aponta o médico e cirurgião ortopedista Bruno de Carvalho Marques para o Pleno.News.

O médico define ainda a saúde como um estado que vai desde a condição física à cognição, passando pela percepção da realidade, a integração social e as emoções.

– É o que chamamos de saúde holística – explica Bruno Marques.

Ou seja, qualquer desajuste numa dessas áreas pode desencadear as doenças psicossomáticas.

– Algo muito comum nos consultórios e amplamente estudado, hoje – completa o médico.
Para o médico Bruno Marques, boas práticas de saúde estão ao alcance de todos Foto: Arquivo pessoal

De sedentário a atleta

Como vilões da saúde, o médico aponta a falta de atividade física regular, a alimentação inadequada, atividades de estresse e poucas horas de sono. Essa era a realidade do engenheiro Gilberto Elias da Silva, 59 anos.

– Eu não tinha hora para almoçar, vivia na correria do trabalho, me entupia de pizza e feijoada e nunca achava tempo para relaxar – lembra.

O histórico familiar do sedentário Gilberto é assustador: o pai morreu precocemente, vítima de um derrame; e o irmão sofreu um infarto fulminante aos 44 anos. Assim, quando o colesterol, a glicose e os triglicerídeos estouraram os limites aceitáveis,e o médico lhe perguntou se queria tomar remédios pelo resto da vida ou “vergonha na cara”. Gilberto escolheu a segunda opção e mudou tudo, das horas de sono à alimentação.

Hoje ele treina corrida três vezes por semana, nunca menos de 40 quilômetros. Casado, pai de três filhos adultos, ele sente-se muito melhor do que há dez anos e até disputa provas como atleta amador.

Gilberto deixou o estresse e o sedentarismo para trás e virou atleta amador: “Vivo muito melhor” Foto: Arquivo pessoal

– Mudei a forma de encarar os desafios no trabalho, o que diminui tremendamente o estresse – acrescenta Gilberto.

Buscando um caminho

Também é aos consultórios de psicoterapia que muita gente corre em busca de uma vida melhor. A psicóloga Cristina Pimentel Fraga fala sobre o que acontece:

– As maiores queixas são sobre ansiedade, dificuldades para dormir, pensamento acelerado e preocupações exageradas com o futuro. Isso, sem falar no desânimo generalizado e insatisfação com a vida. As pessoas adoecem porque estão exaustas, entristecidas – completa Cristina.

Outro fator importante à falta de bem-estar é trabalhar muitas horas, morar longe do emprego e não ter recursos para o lazer. Isso torna as pessoas vulneráveis, inclusive, à obesidade – sem falar na famigerada depressão, esse fantasma da pós-modernidade.

No entanto, para estes e todos os casos outros, os especialistas dizem que nada está perdido – muito pelo contrário.

– Eu recomendo a desaceleração, na medida do possível – continua Cristina.

A psicóloga também orienta o uso de remédios que são baratos e fáceis de serem encontrados.

– Criar novos hábitos, como andar todo dia em volta do quarteirão onde se vive, manter amizades que possibilitem o convívio social e desenvolver uma atividade prazerosa é algo que não custa nada e traz um enorme benefício para o corpo, a mente e a alma – lembra a psicóloga.

Para a psicóloga Cristina Pimentel, encontrar-se consigo mesmo e manter relacionamentos saudáveis traz enormes benefícios Foto: Arquivo pessoal

O médico Bruno Marques completa a informação:

– Muitas praças têm equipamentos para exercício físico, e pode ser divertido organizar grupos de vizinhos para caminhadas, por exemplo.

Atividades e relacionamentos

Se entendida como um amplo sistema que envolve o corpo, a mente e a alma, a saúde é algo complexo. Porém; e esse é o lado bom; ela pode ser favorecida e mantida com algumas práticas e mudanças de hábito:

  • Realize, periodicamente, exames médicos preventivos;
  • Nunca fume;
  • Consuma pouco álcool – de preferência, nenhum;
  • Beba bastante água. Transforme isso em um hábito, independentemente de sentir sede;
  • Troque alimentos industrializados e guloseimas por comidas mais naturais e frescas, que custam até mais barato;
  • Na medida do possível, reduza o estresse. As preocupações não mudarão o seu futuro;
  • Desenvolva alguma atividade física regular, como caminhadas de meia hora pelo quarteirão antes ou depois do trabalho;
  • Mantenha relacionamentos saudáveis e próximos com amigos, parentes e colegas de trabalho;
  • Não desperdice suas horas de folga diante da TV. Leia, escute música, passeie;
  • Encontre formas acessíveis de lazer, como esporte, culinária e costura, artesanato, praia.

Texto: Carlos Fernandes

Fonte: Pleno News

Lake Vilas Charm Hotel & SPA